ROA, ROE e ROI, o que são esses indicadores?

O ROA, ROE E ROI são três indicadores financeiros expressos em forma percentual (%) que servem para analisar o retorno de um investimento de diversas formas.

Cada uma analisa algo diferente, e é isso que vamos ver nesse artigo.

Entendendo os indicadores de retorno

Veja a seguir para que serve cada um dos indicadores de retornos (ROA, ROE, ROI), quais são as suas fórmulas e como analisar os resultados:

ROA – Retorno Adicional Sobre o Investimento

Também conhecido como retorno sobre os ativos, esse é um indicador que demonstra o retorno sobre o capital aplicado em ativos durante determinado período de tempo.

A fórmula para descobrir o ROA de uma empresa é a seguinte:

Fórmula ROA - ROA, ROE e ROI, o que são esses indicadores?

É possível perceber que a margem irá melhorar conforme o lucro líquido aumentar, ou seja diminuindo os custos e despesas. Já o giro irá aumentar conforme as vendas líquidas forem subindo ou a aplicação de recursos em ativos for diminuindo.

ROE – Taxa de Retorno Sobre o Patrimônio Líquido

O ROE mostra o retorno sobre o capital que os sócios injetaram na empresa.

Através dele é possível analisar se o retorno do investimento realizado está valendo a pena e se compensa o risco do negócio.

Para calcular o ROE utiliza-se a seguinte fórmula:

formula ROE - ROA, ROE e ROI, o que são esses indicadores?

ROI – Taxa de Retorno do Investimento

Esse indicador transforma fatores de lucratividade, como a receita, os custos e os investimentos em uma taxa percentual (%).

A fórmula utilizada é a seguinte:

formula ROI - ROA, ROE e ROI, o que são esses indicadores?

Para melhorar o resultado do ROI, a empresa deverá aumentar o lucro operacional, ou diminuir seus investimentos.

Como analisar os indicadores de retorno?

Quanto maior o resultado, melhor.

Os resultados irão demonstrar quantos % a empresa estará gerando valor para cada real que for investido em ativos (ROA), em patrimônio líquido (ROE) e sobre os investimentos (ROI).

Por exemplo, se o ROA for 22%, significa que a cada R$ 1,00 investido em ativos, a empresa está lucrando R$ 0,22.

Já se o ROE fosse também 22%, entende-se que a cada R$ 1,00 investido pelos sócios haveria um ganho de R$ 0,22.

E a mesma coisa no ROI, se fosse 22% daria a entender que cada R$ 1,00 investido na empresa, haveria uma geração de valor de R$ 0,22.

Fontes consultadas:

WERNKE, Rodney. Gestão financeira: ênfase em aplicações e casos nacionais. São Paulo: Saraiva, 2008.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *